© 2016 BEM CRIANÇA - Todos os direitos reservados. Orgulhosamente criado por Fernando Rocks.

  • Marcio Morais

Reforçar o lado positivo da criança


Já perceberam que muitas vezes temos o costume de salientar o lado negativo das pessoas, no caso, aquele aspecto que poderia ser melhorado pelo outro, mas que a gente reforça sempre de uma forma negativa? E se fizéssemos diferente?

Em diversas situações, quando vamos apresentar a criança para um parente, um amigo, ou para o professor adicionamos uma característica junto desta apresentação, como por exemplo: “Ah, esse é o João, tem 7 anos e está bem preguiçoso”, ou, “essa é a Laura, ela anda meio emburrada ultimamente”, ou “... não quer fazer as atividades”. O que podemos notar a partir disso é que normalmente a característica adicionada a ela é atrelado com o negativo.


E se ao invés de reforçar o negativo, alterarmos para algo positivo que a criança vem realizando? “Ah, esse é o João, tem 7 anos e adora desenhar”, ou “essa é a Laura e tem muita criatividade para criar brincadeiras”. Fazendo isso ela irá assumir essa identidade apresentada pelo adulto para ela. Quando reforçamos os aspectos negativos, a criança acha que ela realmente é aquilo que foi intitulado a ela e vai assumir essa personalidade. Por isso a grande dica é tentar sempre salientar o lado positivo da criança, nem que isso não seja uma verdade absoluta, mas a criança vai acabar assumindo aquilo como uma verdade para ela. Então tentem sempre reforçar algo positivo a ela!


15 visualizações